Recomendações gerais para prevenir o câncer

10/06/2016

Recomendações gerais para prevenir o câncer

Boa parte das doenças pode ser evitada com hábitos de vida saudável. Com alguns tipos de câncer não é diferente. Mesmo existindo alguns fatores de aumento do risco de câncer que não são controláveis, como predisposição genética e idade, é possível prevenir o câncer por meio de medidas simples.
Recomendações gerais que ajudam a prevenir o câncer

Não fumar

Os cânceres de pulmão, boca, laringe, faringe e esôfago estão diretamente associados ao hábito de fumar. Assim, evitar o consumo do cigarro é fundamental para a prevenção da doença. Fumantes e as pessoas com quem convivem são beneficiados com isso, pois deixam de inalar as mais de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são liberadas no ambiente pela fumaça do cigarro.

Amamentar

A amamentação é uma proteção natural para as mulheres contra alguns tipos de câncer de mama e para as crianças contra a obesidade infantil. O leite materno é o primeiro alimento saudável. Alguns estudos afirmam que quanto mais tempo a mulher amamentar, maior é a proteção dela contra a doença.

Fazer exames preventivos

A colpocitologia oncótica, também chamada de exame preventivo (ou Papanicolau), é o que detecta as alterações das células do colo uterino que podem evoluir para um câncer. Este exame deve ser realizado regularmente.

A colonoscopia é o exame que olha o intestino grosso por dentro e é capaz de detectar lesões pré-malignas, ou seja, lesões que podem vir a se transformar um dia em câncer de intestino. Esse exame deve ser feito por pessoas com idade maior ou igual a 50 anos ou antes dessa idade, conforme o histórico familiar da doença.

Vacinar as meninas contra o HPV

Está incluso no Calendário Nacional de Vacinação desde 2014 a vacinação das meninas de nove a 13 anos contra o papilomavírus humano (HPV), principal causador do câncer de colo de útero. A vacina e o exame preventivo são ações complementares para prevenção da doença e uma não anula a outra. Mesmo as mulheres vacinadas precisam iniciar a rotina de exames preventivos aos 25 anos. A vacina confere proteção a apenas alguns subtipos do HPV. Há outros que podem provocar o câncer e ser detectados pelo Papanicolau.

Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas

Independente da quantidade, o consumo de bebidas que contém álcool contribui para o risco de desenvolver câncer. Esse risco é aumentado se a ingestão de bebidas com algum teor alcoólico for combinada com o cigarro.

Cuidar com a exposição ao sol

Expor-se ao sol entre 10h e 16h, sem algum tipo de proteção contra os raios UVA e UVB, favorece o aparecimento do câncer de pele. O uso de proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar regularmente, pode prevenir a doença. O horário correto para ficar períodos prolongados ao sol é antes das 10h e após às 16h, mas sempre com proteção. Chapéu de aba larga, camisa de manga longa, calça e protetor solar devem ser usados sempre por trabalhadores que desempenham suas atividades sob o sol.

Praticar atividades físicas regularmente e manter o peso saudável

Realizar atividade física regularmente, ou seja, ao menos três vezes por semana com duração mínima de trinta minutos, é recomendado como forma de reduzir o risco de um tumor surgir em nosso organismo. De forma geral, o exercício físico é capaz de reduzir o estresse oxidativo, isto é, a produção de radicais livres, agentes que podem prejudicar o metabolismo intracelular e ocasionar danos ao DNA, RNA, lipídios e proteínas. Radicais livres são moléculas promotoras do mau funcionamento do sistema de reparo do DNA que contribuem para a proliferação de células com mutações, ou seja, o desenvolvimento do câncer.

Outras medidas para prevenir o câncer incluem proteger-se de infecções sexualmente transmissíveis e manter o calendário vacinal em dia.