Blog

5 sinais de que você pode ter uma doença autoimune

Material escrito por:
Clínica Soma
5 sinais de que você pode ter uma doença autoimune

Uma doença autoimune é caracterizada por uma desordem no sistema imunológico, onde o próprio corpo passa a atacar determinadas regiões do organismo, como uma resposta autoimune. Por isso, por se encontrar em desequilíbrio, o sistema imunológico passa a ser um agressor ao invés de realizar a sua função de proteção do indivíduo.

Existem mais de 100 tipos de doenças autoimunes e não há um fator específico desencadeante para cada uma das doenças, já que a causa para a desordem ainda é desconhecida.

No entanto, para identificá-las, alguns sintomas podem ser bastante característicos no momento do diagnóstico, afinal, cada doença tem seus sintomas específicos, mesmo que alguns possam ser parecidos.

Com isso mente, listamos 5 sinais que indicam uma suspeita de doença autoimune para ficar atento aos sintomas.

5 sinais para doença autoimune

Como vimos, existem muitas doenças autoimunes e, por isso, os sintomas se apresentam bastante específicos para cada uma delas.

Por exemplo, as doenças autoimunes afetam diversos tecidos do corpo humano, como vasos sanguíneos, cartilagem e pele, além de atingir qualquer órgão, desde os pulmões, rins, coração e cérebro. Dessa forma, há sintomas particulares para cada uma dessas manifestações.

No entanto, embora alguns sintomas possam se assemelhar a diversas outras doenças, é importante ficar atento e procurar ajuda médica quando notá-los, buscando relatar todo o histórico do sintoma ao especialista.

Os sintomas mais comuns que indicam uma doença autoimune são:

1. Inflamações

De maneira geral, as inflamações são os sintomas que, primeiramente, sugerem uma doença autoimune. Inclusive, um quadro inflamatório é uma das situações mais comuns que podem sugerir a presença desse tipo de desordem no organismo. Geralmente, as inflamações decorrentes de doenças autoimunes são indicativos de outros sintomas secundários, como dor, deformações articulares, fraqueza e dificuldade respiratória.

Por exemplo, desde as inflamações nas articulações, que podem indicar artrite reumatoide, alguns processos inflamatórios aparecem na pele, nervos, rins, cérebro e em membranas que recobrem o pulmão e o coração, em um quadro de lúpus eritematoso.

Embora não seja identificado a olho nu, o bócio endêmico, resultante de um inchaço no pescoço em decorrência de alterações na tireoide, é outro tipo de inflamação que indica um sinal para doença autoimune Tireoidite de Hashimoto.

2. Dor abdominal

Apesar de ser um sintoma bastante amplo, a dor abdominal pode indicar a presença da Doença de Crohn, que é um distúrbio de ordem autoimune.

Consiste em uma doença intestinal inflamatória onde uma inflamação crônica acomete a região inferior do intestino delgado, o intestino grosso ou ambos simultaneamente. Além disso, a doença de Crohn pode atingir qualquer parte do trato digestivo.

O principal sintoma é a dor abdominal, acompanhada de cólicas fortes. Além disso, a diarreia crônica também sinaliza o problema, podendo vir acompanhada de sangue, fato que acontece quando o intestino grosso está sendo afetado de forma grave.

É importante lembrar que os sintomas podem durar dias ou até semanas, embora seja comum que reapareçam em intervalos irregulares ao longo da vida. Os sintomas podem ainda apresentar alta ou leve gravidade, quando surgem.

3. Dor nas articulações

Outro indicativo de doença autoimune é a presença de dor e inflamação nas articulações, que pode indicar artrite reumatoide. Geralmente, as dores inflamatórias da artrite reumatoide começam afetando diferentes articulações de forma gradual e simétrica, já que atinge ambos os lados do corpo da mesma forma.

Além da dor, o paciente sente certa rigidez nas articulações, principalmente após o despertar ou atividade prolongada.

A psoríase artropática também provoca intensas dores nas articulações, afetando desde as mãos, pés, quadris e coluna, podendo também levar à rigidez. Já a artrite psoriásica afeta as articulações mais próximas das pontas dos dedos dos pés e das mãos e tende a acometer apenas um lado do corpo.

IMPORTANTE: nos sinais de inflamação, dor abdominal e dor nas articulações, é importante ressaltar que estes devem ligar o sinal de alerta se persistirem por 3 meses. Senão pode ser confundido facilmente com qualquer dor comum.

4. Dificuldade de equilíbrio e coordenação

Apresentar determinadas dificuldades de coordenação e equilíbrio podem indicar sinais de esclerose múltipla, uma doença crônica, neurológica e autoimune.

O que acontece é que as células de defesa do organismo atacam o sistema nervoso central e, consequentemente, desencadeia lesões medulares e cerebrais. Por isso, é fundamental procurar ajuda médica imediata caso seja identificado um ou mais desses sintomas:

  1. tremores;
  2. falta de coordenação;
  3. perda de equilíbrio;
  4. instabilidade para caminhar;
  5. vertigem;
  6. debilidade.

Além disso, a sensação de fraqueza e a presença de náuseas constantes também pode ser um indicativo da doença.

5. Vermelhidão na pele

A vermelhidão na pele pode indicar a presença de lúpus eritematoso que, nesse caso, surge na face, sobre a ponta do nariz e as bochechas.

psoríase pustulosa, outra doença autoimune, também provoca vermelhidão na pele em qualquer região do corpo, que evolui para bolhas com pus.

Principais doenças autoimunes

Como dito antes, existem mais de 100 tipos de doenças autoimunes. Então, após mostrar os sintomas mais comuns que surgem em cada uma, vamos listar algumas das principais doenças autoimunes.

As doenças mais conhecidas e debatidas são:

Lúpus

O lúpus é uma doença autoimune crônica que exige atenção redobrada, focando em cuidados que partem da continuidade do tratamento, além de uma monitorização do progresso da doença. Ela é mais comum em mulheres do que em homens, também em jovens adultos do que idosos e crianças.

Também chamamos de Lúpus Erimatoso Sistêmico (LES), pois sua manifestação é na pele, porem, isso não significa que a doença não vá atacar órgãos internos. O paciente irão apresentar lesões avermelhadas na pele, com tamanhos, formatos e colorações diferentes e específicas, e os locais mais comuns dessas lesões surgirem são: a nuca, o couro cabeludo e o rosto.

Artrite reumatoide

artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações, podendo até mesmo causar deformidades. Mesmo sendo uma doença no qual a origem é desconhecida, sabemos que a artrite reumatoide acontece por conta de uma desordem autoimune.

Seus principais sintomas são: dor, edema, calor e vermelhidão em qualquer articulação do corpo, principalmente nos punhos e nas mãos. Conforme a doença vai se agravando, atividades rotineiras e profissionais vão se tornando mais complicada. Por conta disso, é essencial que ao receber o diagnóstico, o paciente recorra ao tratamento o mais rápido possível.

Vitiligo

vitiligo é uma doença autoimune onde ocorre a perda de coloração da pele. Essas lesões se formam por causa ausência ou redução de melanócitos, as células que formam a melanina, dando origem a uma hipopigmentação, que são aquelas manchas brancas na pele.

Não é comum a presença de outros sintomas além dessas manchas, contudo, há casos onde existe dor na região afetada, porém, pode ser facilmente controlada com alguns remédios.

Psoríase

psoríase é uma doença autoimune, crônica inflamatória da pele e de caráter cíclico, ou seja, seus sintomas irão aparecer e sumir periodicamente.

Ainda não é claro o que causa essa doença, contudo, sabe-se que a psoríase está relacionada às alterações do sistema imunológico, como também por fatores genéticos, além de determinadas interações com o meio ambiente.

A psoríase afeta desde a pele até as unhas e até mesmo as articulações, dependendo do quadro, porém, é preciso conhecer os vários tipos de psoríase para compreender como essa doença se manifesta.

Os tipos de psoríase podem ser:

  1. Psoríase vulgar
  2. Psoríase do couro cabeludo
  3. Psoríase pustulosa
  4. Psoríase invertida
  5. Psoríase ungueal
  6. Psoríase eritrodérmica
  7. Psoríase artropática

Você pode saber mais sobre cada uma desses tipos, acessando outro artigo do nosso blog. Além disso, pode ficar por dentro das outras muitas doenças autoimunes que existem e tudo sobre esse assunto, como curiosidades, dicas e tratamentos.

Acompanhar esses temas é muito importante para sempre perceber os sinais que o seu corpo dá e assim poder procurar ajuda.

Procure ajuda médica

Além dos sinais já apresentados, existem incontáveis outros que indique a presença de uma doença autoimune.

De qualquer maneira, é muito importante procurar ajuda médica ao notar a presença de qualquer um desses sintomas ou mesmo de outras manifestações anormais no organismo. Vale frisar que é sempre bom perceber os sinais que o nosso corpo dá com o passar dos anos.

Tenha em mente que apenas um especialista poderá emitir um diagnóstico seguro sobre o que está acontecendo com o paciente.

Que tal conhecer mais sobre doenças autoimunes e o tratamento mais indicado para cuidar do problema?  Leia o blog Soma Imuno e mantenha-se atualizado. Aproveita, segue a gente no Facebook Instagram, fique por dentro em primeira mão sobre todos os nossos conteúdos.

Conteúdos Relacionados