Blog

Importância do acompanhamento psicológico durante o tratamento do câncer

Material escrito por:
Clínica Soma
Importância do acompanhamento psicológico durante o tratamento do câncer

Quando um paciente é diagnosticado com câncer, logo vem um misto de sentimentos, especialmente o medo de não conseguir vencer a doença, bem como os efeitos colaterais do tratamento do câncer, já que eles ainda são associados com dor, sofrimento e morte.

Mesmo com os significativos avanços da medicina para tratar o câncer, ainda é bem comum que as pessoas tenham um vislumbre extremamente negativo de todos os procedimentos, o que aumenta ainda mais a sensação de insegurança, desamparo e luto.

Por esse motivo, o acompanhamento psicológico durante o tratamento do câncer é fundamental para os pacientes, colaborando não só com o bem-estar emocional, mas também ajudando nas perspectivas de cura. Afinal de contas de contas, nossa mente não é somente parte do corpo,  ela faz parte do funcionamento do órgão que rege todo nosso corpo: o cérebro.  Compreender este processo e compreender-se neste processo oncológico no qual se ingressa sem desejar é fundamental para lidar melhor com todo o tratamento e todos os procedimentos e profissionais envolvidos.

Atualmente, há psicólogos especializados em psico-oncologia, ou seja, que são qualificados para prestar assistência aos pacientes e familiares que enfrentam um diagnóstico de câncer, ajudando-os a enfrentar dificuldades e passar pelo processo de tratamento.

Algumas pessoas acreditam que não precisam de apoio psicológico e que conseguirão passar pela situação apenas com a ajuda da família e dos amigos. De fato, muitos pacientes conseguem enfrentar o câncer dessa maneira, mas sempre que possível, essa ajuda não deve ser dispensada.

acompanhamento psicológico é fundamental para percorrer, de forma mais tranquila, todas as fases da doença, bem como as reviravoltas que podem ocorrer durante o tratamento do câncer, te ajudando a lidar com expectativas e resultados.

No artigo de hoje, saiba mais sobre a importância do acompanhamento psicológico durante o tratamento do câncer e como buscar ajuda.

Por que realizar o acompanhamento psicológico durante o tratamento do câncer?

tratamento do câncer pode ser um caminho longo, cansativo e exaustivo, que inclui cirurgias, radioterapia, quimioterapia, entre outras rotinas e procedimentos que cansam, debilitam e podem influenciar muito no estado psicológico do paciente e da própria família.

Nesse sentido, o acompanhamento psicológico visa manter o bem-estar mental do paciente, identificando e compreendendo os fatores emocionais que podem intervir na sua saúde, além das angústias, preocupações e medos individuais.

Importante ressaltar que o acompanhamento psicológico durante o tratamento do câncer não se restringe ao paciente oncológico, mas envolve toda a família e amigos, pois eles são personagens essenciais para o auxílio do enfrentamento da doença. Não raro que sintam on impacto da doença em si mesmos de forma profunda.  Então além de serem auxiliadores precisam ser auxiliados a lidarem com as suas angústias frente às modificações que um tratamento oncológico impõe na rotina e nas relações entre todos.

Nem sempre é fácil compreender tudo o que está acontecendo ou lidar com as transformações que ocorrem no corpo e na rotina em função do câncer. Por isso, é importante cuidar dessas questões, para combater a doença da melhor maneira possível e amenizar os impactos causados pelo adoecimento.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o acompanhamento psicológico deve valer-se para todos os pacientes, mas em especial para o câncer de mama, pois além das preocupações citadas acima, há outras angústias ligadas à feminilidade, maternidade e sexualidade – ainda mais quando a mastectomia é necessária.

Como o acompanhamento psicológico ajuda o paciente e familiares?

acompanhamento psicológico psicológico durante o tratamento do câncer ajuda na adaptação da nova realidade do paciente e seus familiares, buscando meios de conviver com a doença da melhor forma, até que (caso) seja possível retornar à condição de vida anterior ao câncer, com todos os novos significados e reflexões que cada momento desta caminhada traz.  Ninguém sai igual de um câncer,  mas as formas e histórias são as mais variadas.

Além disso, a psico-oncologia proporciona o bem-estar emocional, maior conhecimento da doença e alivia a carga negativa ainda associada ao câncer.

Com os avanços da medicina, o câncer deixou de ser uma sentença de morte. Hoje, o tratamento de pessoas diagnosticadas com neoplasias (tumores) elevou significativamente as chances de remissão da doença. No entanto, é preciso combater o estigma com apoio e informação.

Como é o trabalho da psico-oncologia?

psico-oncologia procura compreender os danos psicológicos decorrentes desde o diagnóstico e durante o tratamento complementar do câncer, envolvendo o próprio paciente, amigos, familiares e, até mesmo, os profissionais da saúde que realizam o acompanhamento médico.

A área é relativamente recente, sendo que apenas em 1998 o Ministério da Saúde, através da portaria 3.535, tornou obrigatória a presença de psicológos nos Centros de Alta Complexidade em Oncologia (CACON). A partir de então, a psico-oncologia mostrou-se fundamental no tratamento do câncer.

A SOMA é uma clínica especializada em procedimentos de tratamento do câncer, contando com um equipe médica altamente qualificada e oferecendo todo o apoio psicológico necessário ao paciente e familiares, junto a profissionais da psico-oncologia.

Conheça mais sobre os nossos serviços e entre em contato para agendar uma consulta invidualizada!

Conteúdos Relacionados