Mastologia

mastologia é uma especialidade médica voltada ao estudo e tratamento das patologias que atingem as mamas, tanto as doenças benignas quanto malignas.

De forma mais específica, podemos dizer que a mastologia é uma área dedicada ao estudo das glândulas mamárias. Vale orientar que a mastologia também considera as patologias da mama que acometem os homens.

Dito isso, o mastologista é o médico mais indicado para prevenir, tratar e reabilitar as doenças e alterações congênitas e adquiridas das mamas.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a taxa de mortalidade por câncer de mama no Brasil aumentou 33,6% nos últimos 35 anos – e é esperado que essa taxa continue aumentando. Esse é apenas um dos motivos que nos leva a entender a importância de um médico mastologista. Continue a leitura e saiba mais!

Mastologia e sua importância na vida da mulher

mastologista é um profissional que deve sempre estar presente na vida da mulher. É ele que vai, em todas as fases da vida. orientar, prevenir, diagnosticar e tratar as diversas manifestações que acometem as glândulas mamárias.

Durante o final da adolescência e o início da idade adulta, é comum que as mulheres jovens desenvolvam algumas manifestações mamárias, pois é um momento em que o organismo passa a produzir mais hormônios.

A assimetria das mamas e a presença de nódulos benignos, como os fibroadenomas, por exemplo, são bastante comuns nesse período da vida.

Durante a gravidez e a fase de amamentação, algumas alterações nas mamas também podem se tornar presentes. A mastite, por exemplo, corresponde a uma inflamação no tecido mamário, muitas vezes acompanhada de infecção.

Além disso, principalmente após os 40 anos, o câncer de mama passa a ser uma preocupação para as mulheres, que devem ficar atentas a um possível diagnóstico.

Por isso, é importante que a mulher faça exames regulares para acompanhar a sua saúde de perto, além de visitar seu médico com frequência.

Em casos de câncer de mama na família e chances aumentadas de desenvolver a doença a partir de fatores de risco, a consulta com o mastologista  deve começar ainda mais cedo, aos 35 anos.

O que fazer ao encontrar um nódulo na mama?

Encontrar um nódulo na mama pode ser mais comum do que parece. No entanto, é importante estar atento para compreender a causa dessa manifestação, que pode ser benigna ou maligna.

O mais indicado é que, ao notar um nódulo durante um autoexame rotineiro das mamas, a mulher procure imediatamente um mastologista.

Durante a consulta, será realizada uma análise clínica e um exame físico do nódulo e, a partir das observações do especialista, exames complementares serão indicados para a confirmação do diagnóstico.

Diagnóstico do câncer de mama

Quando o exame clínico dos nódulos mamários apresentam alterações, será recomendado o ultrassom das mamas, capaz de diferenciar, com precisão, um nódulo de um cisto. Além disso, a mamografia e a ressonância magnética devem ser feitos para compreender mais a fundo as alterações suspeitas.

Assim sendo, se as suspeitas continuarem após a realização desses testes, o mastologista  poderá pedir uma biópsia  para a confirmação do diagnóstico do câncer de mama.

Caso confirmada a doença, será feita a especificação do tipo de câncer de mama, assim como a análise das características tumorais, que devem definir a cirurgia oncológica e os tratamentos associados, como a quimioterapiaradioterapia e outras terapias escolhidas para cada caso.

A partir de que idade a mamografia deve ser feita?

Mesmo as mulheres que não demonstram alterações no exame clínico devem fazer a mamografia a partir dos 40 anos. Já as mulheres que se encontram mais predispostas ao desenvolvimento do câncer de mama devem começar a monitoração da doença a partir dos 35 anos.

As mulheres incluídas no grupo de risco são aquelas que apresentam casos da doença na família de, pelo menos, um parente de primeiro grau com diagnóstico de câncer de mama antes dos 50 anos.

Além disso, mulheres com histórico familiar de parente de primeiro grau que constatou câncer de mama bilateral, câncer de ovário em qualquer faixa etária ou mesmo câncer de mama masculino também apresentam chances aumentadas para o desenvolvimento da doença.

Fique atenta!

É muito importante ficar atenta ao próprio corpo, afinal, esses sinais podem ser a indicação de alguma anomalia. Portanto, não deixar de ir às consultas e fazer exames preventivos. Essa é a melhor maneira de manter a sua saúde em dia.

Para evitar o câncer de mama e monitorar de perto os nódulos que possam surgir no tecido mamário, agende uma consulta com um mastologista. Caso o câncer de mama tenha acometido uma ou mais mulheres na sua família, redobre a atenção e comece o rastreamento da doença o quanto antes!

Lembre-se que o diagnóstico precoce de qualquer doença é fundamental para otimizar as chances de tratamento.

Equipe de Mastologistas

Se você está procurando por um mastologista, conte com os profissionais capacitados da Clínica Soma.

O Dr. Carlos Gustavo Crippa e o Dr. Marcelo Rodrigues Prade são mastologistas oncológicos em Florianópolis. Nossos especialistas estão prontos para atender você da forma mais competente e atenciosa possível, priorizando sempre o seu bem-estar!

Dr. Carlos Gustavo Crippa (CRM/SC 14016 | RQE 10625)

Graduado em medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, ele é médico ginecologista e obstetra, especializado em mastologia e cirurgia da mama.

Dr. Marcelo Rodrigues Prade (CRM/SC 23120 | RQE 20308)

Graduado em medicina pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), ele se especializou em Mastologia e Reconstrução mamária pela rede pública de hospitais do Sul do Brasil, o Grupo Hospitalar Conceição de Porto Alegre.

É fácil agendar uma consulta conosco. Você pode entrar em contato com a Clínica Soma, pelo telefone (48) 3223-6072 ou WhatsApp (48) 98482-9588. Estamos localizados no Edifício Baía Sul Medical Center, Rua Menino Deus, 63 – 2º andar – sala 209 Centro – Florianópolis/SC – CEP: 88020-210.

Aproveita e nos siga no Facebook Instagram para ficar por dentro dos nossos conteúdos e atualizações!

Mastologia

Gostou? Compartilhe

Material escrito por:
esaude@clinicasoma

Conteúdos Relacionados

Ver todos