Cirurgia Oncológica

cirurgia oncológica é uma das possibilidades de tratamento contra o câncer, que consiste na retirada do tumor através de operações no paciente. Embora invasiva, é um dos procedimentos com maior eficácia para a remoção das células cancerígenas.

Nos estágios iniciais da doença, o médico pode recomendar a cirurgia oncológica, visto que o tratamento, ao lado da quimioterapia e radioterapia, é capaz de aumentar as chances de cura. Além disso, quando a intervenção é associada a outros tratamentos, o paciente tem uma elevada qualidade de vida após o câncer.

Fora a finalidade curativa, a cirurgia oncológica pode ser indicada para o tratamento paliativo do câncer, ou seja, quando o objetivo é reduzir a quantidade de células tumorais, bem como controlar os sintomas da doença.

Entre os principais tipos de cirurgias oncológicas paliativas, encontram-se: descompressão das estruturas vitais, controle de hemorragias, desvios de trânsito aéreo, do sistema digestivo e urinário, ou retirada de uma lesão.

Ademais, a cirurgia oncológica também pode ser requisitada para avaliar a extensão do tumor (biópsia) e análise das células cancerígenas.

Como é feita a cirurgia oncológica?

cirurgia oncológica é realizada com a administração de anestesia no paciente e deve ser acompanhada por um médico. O tipo de intervenção irá depender diretamente da finalidade do procedimento, centrado em: diagnóstico, prevenção e tratamento.

A seguir, conheça as principais especificidades de cada uma das cirurgias oncológicas.

Diagnóstico

A chamada biópsia é o primeiro tipo de cirurgia oncológica, que refere-se a detecção do câncer. Neste procedimento, é necessário retirar uma amostra do tecido sob suspeita de câncer e enviá-lo para análise laboratorial.

Dependendo das condições do paciente, a intervenção pode ser feita apenas com anestesia local.

Prevenção (ou profilática)

A intenção aqui é prevenir o câncer. Normalmente, é uma cirurgia indicada para pessoas com alto índice de desenvolvimento de tumores, decorrentes de aspectos como a hereditariedade ou fatores de risco.

Aqui, a cirurgia oncológica pode remover apenas uma parte do tecido, bem como órgãos inteiros. No último caso, é possível ter uma prevenção completa, diminuindo consideravelmente as chances de manifestação da doença.

Tratamento

O tratamento refere-se à cirurgia oncológica para a retirada completa do tumor. Em grande parte dos casos, recomenda-se a retirada completa do órgão, como é o caso da mastectomia (retirada das mamas).

A intervenção é realizada em conjunto com outros tratamentos, como a radio, quimio e hormonioterapia, para diminuir os índices de reincidência do câncer.

Há outros tipos de cirurgias oncológicas?

Sim, as cirurgias oncológicas podem ser necessárias para outros procedimentos, que vão além do diagnóstico, prevenção e tratamento. São eles:

Reconstrução

cirurgia oncológica também envolve procedimentos para a reconstrução da área afetada pelo câncer, inclusive após a intervenção curativa. Dessa forma, é possível recuperar a função do órgão e até mesmo a aparência.

O procedimento envolve o uso de enxertos ósseos, materiais orgânicos e protéticos, dependendo da extensão do dano.

Suporte

A chamada cirurgia de suporte visa facilitar a vida dos pacientes com câncer que estão realizando outros tratamentos, como a quimioterapia. Um exemplo clássico é a inserção de um cateter para administração dos medicamentos.

Como lidar com o tratamento oncológico?

Embora eficiente, a cirurgia oncológica não é recomendada para todos os pacientes, pois é necessário avaliar a extensão do tumor, bem como as demais condições associadas. Por vezes, sessões de quimioterapia são suficientes para remissão do tumor.

Entretanto, lidar com o tratamento oncológico não é algo simples. Por esse motivo, vale a pena consultar um médico especializado e fazer o acompanhamento periódico.

Além disso, a melhor maneira de lutar contra o câncer é também associando outras terapias, como a adoção de uma dieta equilibrada, manutenção de hábitos saudáveis, exames preventivos e cuidados com a saúde emocional.

Lembre-se que durante o tratamento oncológico, seja ele qual for, é importante ter uma conversa sincera e aberta com o seu oncologista. A partir disso, é possível orientar a melhor ajuda para cada caso, além de acompanhar todas as terapias para melhor recuperação da sua saúde.

Conheça os tratamentos da Clínica SOMA

A Clínica SOMA é especializada em tratamentos contra o câncer, realizando cirurgia oncológica, entre outras terapias associadas para aumentar as chances de cura.

Entre em contato conosco e agende uma consulta individualizada com os nossos oncologistas. Assim, você saberá qual o melhor tratamento para você!

Cirurgia Oncológica

Gostou? Compartilhe

Material escrito por:
Dr. Deivid Calebe de Souza
Geneticista - CRM 27223 RQE 17542