Você sabe o que é metástase?

05/10/2017

Você sabe o que é metástase?

Para se compreender o que é metástase, antes é preciso entender como os tumores se desenvolvem. Tumor é quando há um aumento de volume por acúmulo de células, formando uma espécie de caroço, nódulo. Há um crescimento e formação anormal, mas, em algumas vezes, assintomáticos. Os tumores benignos têm um crescimento organizando e lento, além de não invadirem órgãos próximos.

Já o tumor maligno é um câncer, no qual há um crescimento celular desorganizado que pode atingir outros lugares do corpo, caracterizando a metástase.

Mas, afinal, o que é metástase?

A metástase ocorre quando a célula cancerígena se propaga para partes distantes do corpo de seu local original. Este processo não é fácil e várias etapas devem ocorrer até que se transforme em uma lesão clínica detectável. A maioria dos cânceres podem formar metástases.

Ossos, fígado e pulmão são as regiões mais comuns para metástases. Vale ressaltar que, embora os cânceres tenham capacidade para se disseminar para partes diversas do corpo, eles tendem a seguir um padrão de locais.

Veja, abaixo, os tipos de cânceres e os respectivos locais mais comuns para metástases:

  • bexiga: fígado, osso, pulmão;
  • mama: cérebro, fígado, osso, pulmão;
  • colorretal: fígado, peritônio, pulmão;
  • rim:  cérebro, fígado, glândula adrenal, osso, pulmão;
  • pulmão: cérebro, fígado, glândula adrenal, osso, pulmão;
  • melanoma: cérebro, fígado, osso, pele/músculo, pulmão;
  • ovário: fígado, peritônio, pulmão;
  • pâncreas: fígado, peritônio, pulmão;
  • próstata: fígado, glândula adrenal, osso, pulmão;
  • estômago: fígado, peritônio, pulmão;
  • tireoide: fígado, osso, pulmão;
  • útero: fígado, osso, peritônio, pulmão, vagina.

A identificação da metástase acontece, muitas vezes, durante os exames realizados no diagnóstico do câncer primário. em outros casos, ela é encontrada durante o seguimento do paciente após o diagnóstico inicial de um tumor localizado através das consultas, do exame físico e dos exames laboratoriais e de imagem, por isso a importância de se manter um acompanhamento clínico após o diagnóstico e um tratamento de um câncer localizado.

Tratamento do câncer metastático

Ao ser identificado um tumor metastático, o tratamento ocorre de diferentes formas. A primeira delas pode ser com terapia sistêmica, através de quimioterapia, terapia biológica, terapia-alvo ou hormonioterapia. Há, também, o tratamento local, que é feito com cirurgia e radioterapia, ou mesmo uma combinação de todos esses. A recomendação varia de caso para caso. É importante ressaltar que é possível tratar a metástase mesmo que o tumor primário ainda seja desconhecido.

A Soma oferece os mais avançados recursos disponíveis e tem as melhores alternativas terapêuticas para o tratamento do câncer. Caso você tenha alguma outra dúvida, entre em contato com a equipe do Soma pelo telefone (48) 3223-6072. A equipe terá um prazer em ajudá-lo.