Blog

Artrite reumatoide: 7 coisas que você deve saber sobre a doença

Material escrito por:
Clínica Soma
Artrite reumatoide: 7 coisas que você deve saber sobre a doença

Que a artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações, todos sabem. Sua causa ainda é desconhecida e é  duas vezes mais recorrente em mulheres do que em homens, e sua incidência vai aumentando com a idade.

A principal característica da artrite reumatoide é a forma agressiva que acomete as pequenas e grandes articulações, envolvendo logo de cara (na maioria das vezes) as mãos e os pés. Seu caráter crônico e destrutivo pode causar uma limitação funcional, como a perda da capacidade laboral, que é o que define se a pessoa está em condições para exercer atividades, além da qualidade de vida.

Quando o diagnóstico é feito na fase inicial da doença, o tratamento irá determinar se haverá ou não uma melhora clínica, nesse caso, a artrite reumatoide pode ser devidamente controlada e o paciente poderá conviver com o problema, além de manter uma boa qualidade de vida.

Quais os principais sintomas?

Os sintomas mais comuns da artrite reumatoide são as dores, em qualquer articulação do corpo principalmente nas mãos e punhos, além de edemas, calor e vermelhidão.

As articulações que estão inflamadas podem provocar rigidez matinal e fadiga. Quando ocorre um avanço da doença, dá-se a destruição da cartilagem articular e os pacientes podem desenvolver deformidades, além da incapacidade para realização de suas atividades diárias básicas.

07 coisas que você precisa saber sobre a doença

Ainda são muitas as duvidas que surgem sobre esse tema e mesmo com muitas notícias e artigos explicativos sobre esse assunto, ainda é comum surgir questionamentos. Com isso em mente, separamos algumas curiosidades importantes que você precisa saber sobre a artrite reumatoide.

 

As dores costumam ser piores pela manhã, durando mais de 1 hora;

A rigidez matinal é um dos sintomas mais comuns quando falamos de artrite reumatoide, contudo, o que muitos ainda se questionam é o porque a dor ser mais intensa durante a manhã, se teoricamente a pessoa esteve descansando por toda uma noite. Acontece que, quanto mais tempo parado, maior a rigidez, por isso atividades físicas, são muito importantes, junto ao tratamento, para a artrite reumatoide.

 

atividade Física é importante no tratamento e prevenção;

Exercícios físicos são, em geral, uma ótima maneira para fortalecer os ossos e articulações, melhorando os movimentos além de aliviar a dor. São muitos os benefícios causados pela prática de atividade física, em pacientes com artrite reumatoide.

 

Fisioterapia contribui muito para que pacientes continuem a exercer suas atividades diárias;

Assim como as atividades físicas, a fisioterapia, ministrada por um profissional, pode ser uma importante forma de tratamento no combate a dor e o desconforto causados pela doença. Todo condicionamento físico que envolve atividades aeróbica, alongamentos, devem ser estimulados enquanto observa-se a tolerância de cada paciente, afinal, cada caso é um caso.

 

O tratamento vai de exercícios, talas, medicamentos até cirurgia;

O tratamento da artrite reumatoide vai variar de acordo com o estágio da doença, sua atividade e claro, gravidade. O tratamento só deve ser agressivo em casos onde a doença é tão agressiva quanto.

 

Durante uma crise da artrite reumatoide pode ocorrer anemia;

A artrite reumatoide, quando se encontra em fase de crise, pode provocar anemia, e isso pode, e deve, ser observado pelo médico por meio de exames laboratoriais, como o hemograma (exame de sangue). Se o tratamento da doença for bem sucedido, a reversão da anemia pode acontecer, com isso, normalizando o hemograma.

 

Pessoas que fumam tem grandes chances de desenvolver a doença;

Segundo a Associação Brasileira de Reumatismo, o tabagismo é responsável por mais de 8 milhões de óbitos por ano no mundo, sendo associado ao agravamento de muitas doenças, incluindo a artrite reumatoide. Isso não quer dizer que todo fumante irá contrair a doença, no entanto, os riscos de desenvolver a artrite são maiores nessas pessoas.

 

Pacientes com artrite reumatoide possui uma tendência maior a ter problemas cardiovasculares e osteoporose; 

A  Sociedade Brasileira de Reumatologia, afirma que a artrite reumatoide pode causar doenças paralelas, como o infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral. Além disso, a osteoporose, também é bem frequente em pacientes com artrite reumatoide, podendo aparecer em consequência de diversos fatores. Um exemplo é quando utiliza-se doses elevadas de glicocorticoides, por um longo período, o que contribui para a perda de massa óssea.

 

Essas são algumas curiosidades acerca da artrite reumatoide. Lembre-se que um acompanhamento médico é fundamental, não só para a artrite reumatoide, como também para várias outras doenças reumáticas crônicas. O médico reumatologista sempre saberá as melhores abordagens e os melhores tratamentos, o que torna as consultas contínuas e essenciais.

 

Quer ficar por dentro de mais artigos como esse? Segue a gente no Facebook Instagram. A SOMA está sempre preocupada em oferecer os melhores conteúdos para você!

Conteúdos Relacionados