Blog

Como escolher Clínica de imunobiológico em Florianópolis?

Material escrito por:
Clínica Soma
Como escolher Clínica de imunobiológico em Florianópolis?

Você já sabe como escolher uma clínica de imunobiológicos em Florianópolis?

Muitas vezes, após receber o diagnóstico de uma doença autoimune, as pessoas ficam muito abaladas, principalmente quando descobrem que a doença não tem cura. 

No entanto, as doenças autoimunes podem ser tratadas sob uma via de tratamento bastante eficaz e que traz ótimos resultados: os medicamentos imunobiológicos.

Além de representar o tratamento mais inovador para as doenças autoimunes, os medicamentos imunobiológicos agem de forma efetiva no controle do problema, interrompendo as inflamações causadas pela desordem do sistema imunológico.

Por isso, é muito importante mostrar ao paciente que, mesmo após descobrir uma doença autoimune, existe uma rede de apoio apta a ajudá-lo a cuidar do problema.

Mas, quais serão os critérios para escolher uma clínica de imunobiológico?

Clínica de imunobiológicos em Florianópolis: critérios para escolher

O tratamento com imunobiológicos é voltado para melhorar a resposta imune do paciente, modulando a imunidade do organismo para que o corpo deixe de utilizar de seu sistema de defesa para atingir os tecidos e células saudáveis, como acontece em uma doença autoimune.

O tratamento é feito por meio da aplicação de medicamentos criados por engenharia genética, sendo classificados como anticorpos monoclonais, proteínas de fusão ou citocinas humanas recombinantes.

É um tratamento que a medicação pode ser administrada pela via subcutânea, via oral ou endovenosa  e deve ser realizado em uma clínica especializada, que ofereça segurança ao paciente, para evitar risco de complicações, reações adversas e até mesmo acidentes dentro do próprio espaço.

Conheça alguns critérios para você acertar na hora de escolher um lugar seguro para tratar das doenças autoimunes com medicamentos imunobiológicos:

Conhecer a estrutura da clínica

O primeiro passo é conhecer a estrutura da clínica, para verificar se o local está apto a realizar esse tipo de tratamento.

Obviamente, isso é uma tarefa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que é responsável por autorizar e assegurar uma clínica para perfeito funcionamento. Assim, o ideal é questionar se estão em dia com o órgão regulador do Ministério da Saúde.

Feito isso, passeie pelo espaço e observe se, na estrutura da clínica, há presença de:

  • poltronas confortáveis e devidamente especializadas para a administração do medicamento;

 

  • bomba de infusão;

 

  • carrinho de parada;

 

 

  • desfibrilador.

Além disso, é muito importante observar o armazenamento dos medicamentos. Isso, pois esse tipo de medicação deve permanecer sob o cuidado de uma geladeira específica, refrigerada de 2 a 8 graus.

Checar o armazenamento dos medicamentos imunobiológicos é fundamental, pois grande parte da ocorrência de falhas desse tipo de tratamento se dá pela má conservação e má aplicação da medicação.

Ou seja, quando o medicamento não é armazenado e aplicado da forma correta, há perda da eficácia e, consequentemente, o paciente volta a ter dores, processos inflamatórios e até mesmo complicações da doença.

Checar a equipe

Da mesma forma em que o espaço deve estar apto para cuidar do paciente e suas necessidades durante o tratamento, é fundamental que a equipe também esteja preparada.

Ou seja, antes de fazer a escolha da clínica, questione se a equipe é totalmente habilitada para agir em caso de algum problema com o paciente, como em reações adversas ou acidentes.

Para verificar se o grupo de profissionais está apto a atendê-lo, comece analisando pelo profissional que irá lhe apresentar a clínica e tirar suas dúvidas ou mesmo o atendente pelo telefone. É um dever de qualquer clínica tratar o paciente com respeito e paciência, em qualquer circunstância.

A importância de conhecer o local e equipe clínica

Durante todo o processo do tratamento com imunobiológicos, o paciente vai até à clínica para fazer a medicação e, então, pode retornar para casa, já que não há necessidade de internação, na maioria dos casos.

Por isso, a segurança pela qual o medicamento imunobiológico é administrado torna-se fundamental para que não hajam reações adversas ao paciente. Dessa forma, se houver algum problema, o paciente está seguro que a clínica que escolheu estará totalmente apta a ajudá-lo com responsabilidade.

É um direito seu

Lembre-se que fazer perguntas sobre o tratamento, a estrutura do espaço e a equipe médica é um direito do paciente e, de forma nenhuma, isso deve ser motivo de constrangimento. Da mesma maneira, é um dever da clínica orientar o paciente nesse momento.

Inclusive, se houver algum incômodo por parte da clínica em tirar as dúvidas do paciente e esclarecê-lo sobre o tratamento e o funcionamento do espaço, talvez seja importante considerar esse item como agravante no momento da escolha.

Por isso, ao procurar uma clínica de imunobiológicos em Florianópolis, veja se a mesma atende a todos os critérios estabelecidos.

Que tal assistir o vídeo da Clínica Soma Imuno para conhecer um pouco mais da estrutura e equipe que trabalha no tratamento de doenças autoimunes?

https://www.youtube.com/watch?v=sEv_BLxROwo 

Conteúdos Relacionados