Blog

Como é feito o diagnóstico de doenças autoimunes?

user
Material escrito por:
esaude@clinicasoma
Como é feito o diagnóstico de doenças autoimunes?

Você já se perguntou se você pode ter alguma doença autoimune? Existem mais de 100 tipos de doenças autoimunes e nenhuma delas possui um fator característico para seu desenvolvimento. Isso pode fazer com que muitas pessoas se perguntem como é feito o diagnóstico de doenças autoimunes.

Continue lendo o artigo para entender um pouco mais sobre o assunto e saber como o diagnóstico dessas doenças são feitos.

O que são doenças autoimunes?

As doenças autoimunes constituem um conjunto de doenças que possuem o sistema imunológico desorientado como principal responsável. Ou seja, o sistema imunológico de um paciente autoimune cria anticorpos que atacam o próprio organismo.

Não se sabe ao certo o porque isso ocorre. Supõe-se que o organismo confunde algumas proteínas com agentes invasores e isso faz com que a agressão aconteça.

Como existem mais de 100 tipos de doenças autoimunes, é essencial estar atentos aos sintomas que elas apresentam. Só o diagnóstico médico é capaz de identificar o tipo específico da doença.

As doenças autoimunes mais conhecidas são:

Independente do tipo, o diagnóstico de doenças autoimunes precoce é essencial. Começar o tratamento ideal imediatamente faz com que a doença seja controlada, assim como seus sintomas.

Diagnóstico de doenças autoimunes

diagnóstico de doenças autoimunes é geralmente feito a partir das queixas do paciente durante as consultas com um médico.

O profissional, geralmente clínicos gerais e reumatologistas, examinam o quadro clínico do paciente. Depois, por meio de exames laboratoriais, exploram se determinado sintoma ou inflamação pode sugerir a presença dessas doenças.

É interessante destacar que, para identificar cada tipo de doença autoimune, haverá um exame específico ideal. Contudo, antes de procurar descobrir qual o tipo de patologia, é necessário confirmar as suspeitas do quadro clínico daquele paciente.

Caracterizado como um exame de rastreio para identificar a presença de autoanticorpos (anticorpos que atacam o próprio organismo), o FAN (fator antinúcleo) é solicitado nos caso de suspeita de doenças autoimunes.

No entanto, o FAN só deve ser realizado em pacientes apresentaram alguma suspeita clínica real de alguma dessas doenças. Ele não é um exame para ser feito como rotina ou em casos de suspeitas vagas. Caso contrário, o exame só vai atrapalhar o diagnóstico, assim como deixar o paciente ansioso.

No geral, dependendo das suspeitas do especialista, outros exames podem ser solicitados. A artrite reumatoide, por exemplo, que pode ser diagnosticada por meio de radiografias e pelo exame de fator reumatoide.

Lembre-se que o diagnóstico de doenças autoimunes é feito de forma diferente para cada tipo, mas os exames laboratoriais estão quase sempre presentes, seja como parte do diagnóstico ou do prognóstico.

Podemos prevenir as doenças autoimunes?

É importante lembrar que as doenças autoimunes ocorrem por conta dos anticorpos que atacam o nosso próprio organismo. Portanto, não existe uma forma de preveni-las.

Por mais que não saibamos os motivos pelos quais essas doenças acontecem, existem fatores de risco que podem desencadear as doenças autoimunes. Alguns desses fatores são passíveis de mudança, ou seja, você pode alterar ao adotar hábitos saudáveis e tentar evitar o desenvolvimentismo da doença.

Alimentação balanceada, pratica regular de atividades físicas, controle do peso e evitar o tabagismo são as dicas principais para levar uma vida mais proveitosa. Controlar o suas emoções também é algo importante, uma vez que as emoções também estão ligadas ao surgimento de doenças autoimunes.

Portanto, prevenir o surgimento das doenças autoimunes é impossível, mas levar uma vida saudável e fugir de alguns dos fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da doença pode fazer alguma diferença.

Na presença de qualquer sintoma referente a doenças autoimunes, procure um médico! Começar o tratamento de imediato pode controlar a doença e seus sintomas, além de garantir melhor qualidade de vida para os pacientes.

Gostou do artigo? Esperamos que suas dúvidas sobre como diagnosticar as doenças autoimunes tenham sido esclarecidas.

Quer ficar por dentro de mais conteúdos sobre doenças autoimunes? Então continue lendo o nosso blog e siga-nos no Facebook Instagram. Buscamos sempre entregar os melhores conteúdos para você.

Conteúdos Relacionados