Blog

Efeitos colaterais da quimioterapia: quais são e como enfrentar

Material escrito por:
Clínica Soma
Efeitos colaterais da quimioterapia: quais são e como enfrentar

quimioterapia é um tratamento que utiliza uma série de medicamentos que destroem as células doentes que compõem um tumor. Os efeitos colaterais da quimioterapia são resultado do uso de variadas drogas para cada tipo de tratamento.

Esses medicamentos se misturam na corrente sanguínea, sendo levados para todo o corpo, destruindo, assim, as células do tumor, impedindo que elas se reproduzam e se espalhem. Vale ressaltar que a quimioterapia sozinha nem sempre é suficiente, há alguns casos em que a radioterapia e a cirurgia precisam ser feitas também.

Conheça as diferentes formas de aplicar a quimioterapia:

  • via oral, por meio de comprimidos;

  • intravenosa, com injeções na veia;

  • intramuscular com injeções no músculo;

  • subcutânea, no qual a injeção é aplicada por baixo da pele;

  • Intracraneal – é a menos frequente e a aplicação do liquor acontece na espinha dorsal.

Há, também, a forma tópica em que o medicamento é aplicado na pele ou na mucosa, por meio líquido ou pomada. A quimioterapia não dói, a única “dor” que você vai sentir é a picada da agulha, tirando isso, todo o processo do tratamento não gera nenhum tipo de sofrimento.

Efeitos colaterais da quimioterapia

Raramente há efeitos colaterais durante a aplicação da quimioterapia, no entanto, alguns efeitos indesejáveis podem acontecer, nos dias seguintes à aplicação, dependendo do tipo de tratamento.

Os principais efeitos colaterais são:

  • Fraqueza: as horas de descanso devem ser aumentadas e os esforços físicos precisam ser diminuídos consideravelmente. Familiares e amigos devem ajudar nas atividades pesadas de casa.

  • Diarreia: uma alimentação equilibrada ajuda a diminuir esse efeito colateral. A recomendação é ingerir alimentos como arroz, queijo, ovos cozidos, purês e banana, que ajudam a “segurar” o intestino.

  • Aumento/Perda de peso: é importante manter um acompanhamento com nutricionista, pois a redução ou o aumento de peso são comuns. Uma alimentação equilibrada é parte fundamental do sucesso do tratamento e grande aliada do bem-estar do paciente.

  • Feridas na boca (aftas): mantenha a boca sempre limpa fazendo enxágues de água filtrada com uma colher de chá de bicarbonato de sódio. Alimentos gelados ajudam a anestesiar a boca, em caso de dores.

  • Queda de cabelos e outros pelos do corpo: sem dúvida, esse é um dos efeitos mais polêmicos, mas essa situação é temporária. Opte por perucas e lenços para melhorar o visual. Use a criatividade para não deixar de lado a vaidade. Sinta-se bem!

  • Enjoos e vômitos: evite alimentos muito gordurosos ou com temperos fortes. Coma em pequenas quantidades e com mais frequência. Ressalta-se que o aconselhamento de um nutricionista é importante.

  • Tonturas: podem ocorrer após as sessões. Por isso, é importante o paciente estar sempre acompanhado.

Dicas para lidar com os efeitos colaterais da quimioterapia

Os efeitos colaterais são, em sua absoluta maioria, bem tolerados pelos pacientes e podem ser aliviados com algumas medicações e mudança de hábitos. Essas mudanças visam minimizar os efeitos da quimioterapia proporcionando uma melhor qualidade de vida ao paciente.

  • Mudança nos hábitos alimentares, quanto mais natural, mais saudável. Capriche no consumo de frutas, verduras, sopas, vitaminas, carnes magras e evite comidas gordurosas.

  • Evite fazer esforços que possam prejudicar a digestão e descanse após as refeições.

  • A pele pode ficar mais sensível, por isso é importante usar hidratantes que não tenham álcool.

  • A higiene pessoal deve ter atenção especial durante todo o tratamento, cuidado com possíveis cortes. Por isso cuidado ao fazer a barda, dê preferência ao barbeador elétrico.

  • Nos casos de prisão de ventre, opte por alimentos ricos em fibras, beba bastante líquidos e evite gorduras e refrigerante.

  • Faça leves exercícios, como caminhadas curtas.

  • Para as feridas na boca, como aftas, recomenda-se manter a boca sempre limpa, especialmente depois das refeições. Evite alimentos ácidos!

  • Evite lugares fechados e sem ventilação. Evite também aglomerações.

  • Procure ter bom sono.

  • Evite o contato direto com animais domésticos e suas excretas.

É possível sim, aliviar os sintomas colaterais que o tratamento quimioterápico pode trazer, só é importante sempre estar atento a qualquer alteração em seu corpo e em caso de dúvidas, contatar o seu médico.

O Instituto Nacional de Câncer (INCA), criou um livreto com várias orientações ao paciente, onde você pode ver essas e outras dicas importantes, além de toda a explicação sobre o que é a quimioterapia e quem deve fazer esse tratamento.

Indicações da quimioterapia

Não existe uma regra sobre que paciente deve ou não deve fazer o tratamento, afinal, nem todo paciente com câncer irá precisar fazer quimioterapia. Às vezes, a cura vem de uma cirurgia ou de outro tratamento como a radioterapia, tudo vai depender das várias análises feitas pela equipe médica.

Contudo, quando existe um maior risco de que a doença volte depois da cirurgia, pode ser necessário completar o tratamento com quimioterapia. Esse processo é chamado de quimioterapia adjuvante. Já quando a quimioterapia é realizada antes da cirurgia, para melhorar os resultados, chamamos de quimioterapia neoadjuvante.

Há situações, no entanto, em que o câncer já atingiu outras partes do organismo, tornando as chances de cura nula, nesse caso, a cirurgia e a radioterapia não podem ajudar, mas a quimioterapia age de forma paliativa, aumentando o tempo de vida do paciente.

Sem dúvidas, quanto maior o conhecimento e informação sobre o câncer você tem, menos “bicho de sete cabeças” ele se torna. Por isso, a Clínica Soma elaborou o Guia do Paciente com câncer. O acompanhamento médico deve fazer parte da sua rotina, principalmente a cada sintoma diferente.

Para ficar por dentro dessa e mais outras notícias sobre os tratamentos para o câncer, siga a gente no Facebook Instagram, lá você encontra as mais diversas novidades e assuntos para se manter sempre informado.

Conteúdos Relacionados